Forum Permanente em Defesa da Vida

ALERTA A POPULAÇÃO DA REGIÃO SUL E ADJACÊNCIAS!

A PREFEITURA QUER INSTALAR UMA TERMOELÉTRICA E UM INCINERADOR NO ATERRO DO MUNICIPIO.

            Como se não bastassem os problemas das enchentes, da poluição e do mau cheiro do aterro resultantes do crescimento desenfreado, sem controle da região sul e da falta de planejamento conforme noticiou o Jornal Valeparaibano nos dias 17/09 e 13/10 a Prefeitura e a Secretaria do Meio Ambiente de São José querem alterar a Lei Orgânica do Município autorizando a instalação de TERMELETRICAS E INCINERADORES NO MUNICIPIO. Na pratica a Prefeitura quer instalar no Aterro de Lixo Municipal – Região Sul uma Termelétrica para gerar energia a partir da queima do gás gerado no aterro e o que é mais grave quer instalar também um INCINERADOR DE LIXO NO ATERRO que vai queimar diariamente o lixo gerado no município. Ocorre que em todo o mundo e mesmo no Brasil governos, ambientalistas e cidadãos em geral têm rejeitado esse tipo de tratamento do lixo, ou seja, sua queima. Até porque em geral as tecnologias utilizadas para a queima do lixo são especificas para o tipo de lixo da Europa e paises desenvolvidos, ou seja, um lixo extremamente seco, o que não ocorre no Brasil e outros paises desenvolvidos onde os resíduos gerados são orgânicos e úmidos. Qual o grande problema desse tipo de tecnologia para tratamento de resíduos sólidos – o lixo que geramos, ou seja, a queima do gás do aterro e principalmente a queima do lixo além de uma tecnologia cara tambem joga através das chaminés destes equipamentos – mesmo com a utilização de filtros, uma grande quantidade de resíduos altamente tóxicos e cancerígenos na atmosfera. Isto sem mencionar o fato do CO2 que contribuiria para aumentar a poluição no município e que conforme informa a CETESB já esta saturado, ampliando o efeito estufa e o aquecimento global, piorando as mudanças climáticas! Entre estas substancias gerada pelos incineradores estão os metais pesados, os produtos de combustão incompleta e as substâncias químicas novas formadas durante o processo de incineração. As dioxinas e furanos formados durante o processo de combustão do lixo sendo os mais tóxicos conhecidos no planeta, causando riscos a saúde como problemas respiratórios e câncer, alem de se acumular no solo, lençol freático, contaminando o meio ambiente.
E porque a região sul seria uma das mais afetadas? Primeiramente porque estes equipamentos seriam instalados no aterro de lixo municipal, outro aspecto é que a fumaça resultante da queima do lixo e do gás tenderia a se espalhar atingindo pelo regime dos ventos primeiramente a região sul, como hoje ocorre com forte cheiro de lixo compactado e movimentado no Aterro. Como tem insistentemente afirmado os cientistas e pesquisadores do Inpe e de Universidades Publicas, São José e o Vale do Paraíba tem grande parte do ano o regime de calmaria nos seus ventos, ou seja, grande parte do ano não há vento na região ou para piorar a situação causada para a dispersão de poluentes provocando um acumulo na cidade que já vem sofrendo com a poluição do ar causada pela poluição da Petrobras (segundo a Cetesb a terceira maior poluidora do estado de SP) e  a poluição de veículos automotores. Isto se somando ao processo de verticalização da região e do município (grande numero de edifícios) que já vem causando um processo de formação de ilhas de calor (aumento da temperatura local) e dificultando a passagem de ventos na cidade.
Diante deste fato é URGENTE que a população da Região Sul se mobilize para lutar contra essa poluição terrível impedindo a mudança da Lei Orgânica que a Prefeitura e a Secretaria do Meio Ambiente querem fazer. É necessário que a Prefeitura realize audiências publicas e discuta alternativas menos poluentes e mais limpas para o tratamento do lixo antes de qualquer escolher alternativas poluentes. Outro aspecto é que a prefeitura precisa discutir medidas para estender a vida útil do aterro e principalmente para reduzir a geração de resíduos ampliando e investindo na reciclagem! Portanto qualquer mudança na Lei Orgânica trará grandes prejuízos a saúde da população e principalmente aos moradores da Região Sul e adjacências!

FORUM PERMANENTE EM DEFESA DA VIDA
www.forumpermanentedefesavida.com.br, forumpermanentedefesadavida@gmail.com